quinta-feira, 7 de abril de 2011

"Além do que se vê."

  




 

Já se deparou, ao andar pelas ruas da cidade, com alguém ajudando um cego a atravessar a rua? Pois bem, eu me vi frente à essa cena um dia desses.. e reparei em como aquele homem 'se entregou' àquela pessoa que estava lhe ajudando a chegar ao outro lado de mais uma de nossas movimentadas e caóticas avenidas. Sem nem usar sua bengala para 'tatear' o chão em que estava pisando, ele confiava sua sorte à boa vontade daquela pessoa. E aí eu me perguntei: "Puxa.. como ele pode saber que aquela pessoa não vai sacaneá-lo, não vai levá-lo para um outro lugar que não o que ele desejava, como saber se ela não lhe fará nenhum mal?" 
A resposta me veio à mente logo após a pergunta: Ele teve naquela pessoa, sem nenhum motivo realmente concreto, ele acreditou que ela levaria ele até o outro lado da avenida com segurança, o encaminharia para o lugar que ele desejava, e não lhe faria mal algum. Provavelmente se você perguntar a ele o por quê dele ter confiado naquela pessoa pra levá-lo ao outro lado, ele lhe diria: "Ele não me faria mal.", e lhe falaria isso com a mais sincera convicção. É abstrato isso, mas na vida, sem confiar em outras pessoas, não se chega a lugar algum. Não se tem garantias prévias de que aquela pessoa mereça sua confiança, não existe uma cortina que separe os confiáveis dos não-confiáveis. Todas as escolhas nesse aspecto são riscos, tiros no escuro. Porém sem se arriscar confiar em alguém, não conseguimos nada. Como ser um bom filho sem confiar no sempre dito e propagado amor incondicional que os nossos pais nos devotam? Como ser um bom amigo sem confiar plenamente nele? Como amar sem confiar na outra pessoa? Relação pai-filho sem confiança, se torna maçante. Amizade sem confiança, não cria raízes. Amor sem confiança, não é amor, é apenas um sentimento de posse somado à uma dose de insegurança.  Sem confiança não se consegue ser feliz com alguém, não se consegue FAZER outra pessoa feliz. Sem inspirar confiança, não se conquista nada e nem ninguém à longo prazo.
     Porém ter fé nas pessoas é totalmente diferente de ser tolo, bobo. Não se pode nunca deixar que alguém que não inspira confiança conquiste a sua, apenas por você DESEJAR que ele seja confiável. Muitas pessoas, na ânsia de que aquela tal pessoa seja seu 'porto seguro', acaba SE iludindo e não vendo o que deveria ver. Tem que SER, e não QUERER QUE SEJA.
    Agora, não se torne um eterno disconfiado com a vida, com as pessoas. Tenha fé naquelas pessoas que lhe inspiram isso.. a insegurança na hora de se relacionar com as pessoas é algo que pode 'matar' as boas chances que a vida nos dá pra ser feliz. Estenda a mão e agarre com todas as forças as oportunidades que lhe são entregues para ter seu 'happy end'.


That's it.

Quem sou eu

Minha foto
não sabe de nada, mas acha sobre muita coisa. pensa sobre tudo, o tempo todo. repara em tudo, o tempo todo. acima de qualquer coisa, é um otimista incorrigível. não se apega a estereótipos, e acredita ser essa uma de suas maiores qualidades. prefere um sorriso bonito a um corpo escultural, e um olhar sincero em detrimento de qualquer noitada homérica. não pretende ser e nem inveja o 'estilo charlie sheen' de vida, em absoluto. quer agradá-lo? cite Los Hermanos, The Killers ou Charlie Brown Jr. quer desafiá-lo? jogue a carta +4 no UNO e aguente o revide. hahaha. a estrada vai além do que se vê. nunca se esqueça. :)

followers.